Uma história de fé, cultura e tradição: a Comunidade de Vila Nova

Comunidade que integra a IBS surgiu a partir do desejo de levar alfabetização aos moradores

Há 44 anos, em maio de 1980, nasceu a comunidade de Vila Nova sob a liderança de Cristóvão Campos, conhecido como Minó, o carpinteiro da comunidade.
Em 1983, impulsionados pelo desejo de aprendizado e crescimento, os moradores participaram de aulas do Mobral. Nessas sessões, as discussões sobre a comunidade abriram caminho para a ideia de estabelecer um centro comunitário.
Angela Maria Santiago teve um papel importante ao conduzir aulas de ensino religioso para os moradores da comunidade. Sua dedicação inspirou muitos a se envolverem no sonho de erguer a primeira sede, em 1983.
Ao longo dos anos, a comunidade compreendeu a importância do trabalho coletivo. Hoje, com cerca de 4 mil habitantes, Vila Nova é um reflexo da perseverança e da determinação de sua gente. Angela Maria, que mora há mais de 40 anos em Barcarena e preside o Centro Comunitário, personifica a esperança na nova geração e o compromisso com o progresso da comunidade.

“Se fôssemos contar nossa história, daria livros. Vila Nova é rica em pessoas trabalhadoras e inteligentes. Morar aqui é estar enraizado em nossas origens, mas também é continuar lutando pelo bem da comunidade”, finalizou